Trancoso

Trancoso foi fundado no inicio da colonização portuguesa em 1586 pelos jesuítas como aldeamento indígena para catequização dos índios. Há alguns anos, deixou de ser a vila rústica e isolada, descoberta pelos hippes nos anos 70 para se tornar um destino turístico descolado.
O Quadrado, a ampla praça no centro do vilarejo, emoldurada por casinhas coloridas e pela igrejinha ao fundo é o coração de Trancoso. As arvores centenárias, jaqueiras, amendoeiras e jacarandás emolduram e dão um clima todo especial. Nas casinhas simples e coloridas, hoje foram transformadas em bons restaurantes e lojinhas sofisticadas. Atrás da igreja, um mirante de arrepiar, uma paisagem contemplativa com vista panorâmica das praias.
São quilômetros de praias entrecortadas por rios e mangues, um dos ecossistemas mais ricos e produtivos da terra. As praias de Trancoso proporcionam momentos de verdadeiro deleite, com água verde  e morna são um convite para um mergulho, uma boa caminhada ou simplesmente se deixar ficar no sol a sombra das arvores ou no conforto de uma das espreguiçadeiras das barracas.